terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Resenha | Quem é Você, Alasca?



Ôpa, galera, tudo bem com vocês?
Hoje vim aqui fazer mais uma resenha! Êbaaaa! Confesso que não tenho tanta facilidade, pois passei a minha vida inteira odiando redações, resenhas, resumos e etc. Hahahaha
Bem, o livro de hoje é Quem é Você, Alasca? , cujo autor é John Green. Esse livro foi lançado em 2005, mas somente com o lançamento de A Culpa é das Estrelas, publicado em Janeiro de 2012, que o escritor se tornou conhecido entre os jovens e adolescentes do mundo inteiro.
A edição que li (e comprei) foi publicada pela editora Intrínseca em comemoração aos 10 anos de lançamento do livro, e confesso que comprei muito mais pela capa do que pela história, afinal, os dois livros de John Green que havia lido (A culpa é das Estrelas e Cidades de Papel) tinham sido maravilhosos e esse não iria ficar de fora, não é mesmo?



Eu só fui entender a arte da capa depois que li o livro (hahahaha), e continuo achando uma bela arte! O fundo é preto e fosco, simulando um quadro-negro, o título do livro em branco, como se fosse giz e ao fundo uma fumaça com verniz localizado. Hoje faz todo o sentido para mim! :D
O livro é divido em duas partes, o Antes e o Depois, e cada capítulo como eu costumo dizer é numerado de acordo com os dias. É narrado em primeira pessoa por Miles, o que nos permite entender, ver e sentir toda a história pela perspectiva dele.


RESUMO: Miles Halter é um adolescente que leva uma vida monótona na casa dos pais, na Flórida. Devora biografias e tem paixão pelas últimas palavras ditas por grandes pessoas antes de morrerem. Decidido a acabar com essa vida pacata, o garoto resolve ir em busca de um Grande Talvez, chamado pelo poeta François Rabelais, e então sai de casa para ingressar na Culver Creek, um internato no Alabama. Na escola, ele conhece Alasca Young, uma garota inteligente, segura de si, imprevisível e totalmente sedutora.
Miles, ou Bujão, como fica conhecido na escola, é um garoto introvertido, tímido e com dificuldade em fazer amizades. Ele se apaixona por Alasca desde a primeira vez que a encontra e segue seus dias tentando conquistar a menina. Ele se torna melhor amigo do Coronel, seu colega de quarto e também de Takumi e juntos vão fumar, beber, viver aventuras e criar problemas, ou trotes, na escola!
Alasca é cheia de mistérios com sua vida pessoal e apesar de fazer questão de dizer para todo mundo que ama seu namorado, ás vezes ela deixa entender que tem uma quedinha por Bujão, o que alimenta as esperanças do menino sempre fazendo com que se entristeça depois.

O livro é recheado de últimas frases de pessoas importantes e Bujão se vê intrigado especialmente por uma, que o levará a querer desvendar um mistério, após conhecer Alasca.

“Como vou sair desse labirinto?”



Como já disse algumas vezes, me decepcionei com esse livro. Acho que a história ficou sem propósito, meio que não tem final. Essa foi a impressão que eu tive. Até o início da segunda parte, o livro estava ótimo! Porém nada mais aconteceu!
Essa edição veio com conteúdo extra como a apresentação de John Green, respostas do autor às perguntas dos fãs, cenas cortadas do manuscrito original e detalhes do processo de edição do romance. Porém, como fiquei muito triste com o final do livro, não me interessei para ler os bônus.
 Então é isso gente! Espero que tenham gostado da resenha. Apesar de eu não ter gostado do livro, sintam-se a vontade para lê-lo e me contem aqui nos comentários se já leram e o que acharam, tá bom?!

Muito obrigada pela visita!
Deus abençoe vocês!
Grande beijo!